Taxista Empreendedor

Escrito por: | terça-feira, junho 10, 2014 Comentar
Taxista Empreendedor

Dicas que podem fazer a diferença e atrair clientes

O motorista de taxi é também um empreendedor. Ele é um empresário que presta serviço e pode aprender a oferecer um diferencial neste serviço que resultará em mais lucro.

Ao enxergar o taxista como um potencial empreendedor o Sebrae Nacional criou o programa Taxista Empreendedor que oferece, gratuitamente, cursos que vão ajudá-lo a vencer os desafios do dia a dia nas ruas, a inovar no atendimento, melhorar a gestão financeira, buscar novas oportunidades e fazer do táxi um negócio lucrativo.

O programa teve início no final de 2012 e já tem mais de 600 taxistas capacitados, somente em Belo Horizonte. É o caso dos taxistas Robert Souza e Francisco Antonio Nunes.

“O programa Taxista Empreendedor é um divisor de águas. Ele foi maravilhoso porque me ensinou a tratar o táxi como uma empresa e mostrou que dentro desta empresa tem que ter regras. Me ensinou a logística do negócio, das finanças. Eu entrei taxista e saí empresário”, explica Robert Souza.

Sobre as dificuldades de alguns taxistas em arrumar tempo para participar do programa Robert manda um recado: “É imprescindível. Vale a pena arrumar um tempo para participar. O taxista que quer se estabelecer no negócio ele tem que estar preparado. Eu faria uma pergunta: O que o taxista quer para o seu trabalho, um passageiro (aquele que passa) ou um cliente? Hoje quem entra no meu carro como passageiro e sai cliente”, comemora.

Já o taxista Francisco Nunes explicou que depois de participar do programa Taxista Empreendedor ele e seus colegas da VIP Táxi passaram a oferecer um tratamento diferenciado aos clientes. “O programa nos ensinou a fazer uma planilha de custo e a ver o quanto compensa, por exemplo, investir na compra de um bom carro, de pagar por um bom curso de inglês e também em usar melhores roupas. Com a planilha percebemos como teremos o retorno financeiro”, destacou.

Um dos últimos investimentos de Francisco e seus colegas foi a aquisição de uma leitora de cartão que é colocado no tablet. “A partir desta leitora, que custa cerca de 120 reais, podemos vender a corrida com cartão de crédito. É mais barato do que pagar mensalidade de máquina de cartão que chega a custar mais de 100 reais. Tudo isso para dar mais comodidade ao passageiro, nosso cliente”, explica Francisco.

Como participar

A inscrição é gratuita pelo site  www.taxistaempreendedor.com.br . A capacitação é feita on-line. Mais informações pelo telefone 0800 570 0800 que atende de segunda a sexta-feira de 8h às 20h.
Vantagens

Uma das vantagens da capacitação é que ela pode ser feita no horário que o taxista escolher. De acordo com a coordenadora do Taxista Empreendedor  no Sebrae Minas, Grazielle Cotta, o programa tem linguagem simples e os taxistas passam a ter uma visão global da gestão de negócios, com a abordagem de questões importantes do cotidiano como atendimento, marketing, turismo, relações humanas, controle financeiro e qualidade de vida.

Depois de fazer a inscrição o taxista assiste a programas de TV que combinam telenovela, situações reais e depoimentos de taxistas empreendedores. Em uma conversa animada com o locutor Ronaldo, ex-taxista, apresentador dos programas de rádio, o taxista acompanha a história dos personagens da radionovela.


“Esta capacitação proporciona ao taxista entender o táxi como o seu negócio. O conteúdo irá contribuir para uma melhor gestão de seu empreendimento, melhor atendimento aos clientes e as demandas dos eventos esportivos com mais qualidade e profissionalismo”, ressalta Grazielle Cotta.
Taxista Francisco Nunes/foto Pedro Vilela/Agencia I7
Dúvidas e sugestões para o nosso blog no e-mail empreenderemminas@gmail.com

Fátima Emediato/jornalista Reg. 2980
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: